Maio, mês de Maria

Em maio comemoramos o dia das mães e a Igreja celebra, de forma especial, a devoção a Nossa Senhora- a nossa Mãe do Céu. 

Em Maria os cristãos encontram refúgio, um colo de mãe, um exemplo de força e de fé, um sinal de esperança. Recorremos a Nossa Senhora com a mesma alegria e confiança dos três Pastorinhos há mais de cem anos. A Senhora resplandecente como o sol é a Auxiliadora dos cristãos especialmente nos tempos mais conturbados. Dom Bosco e Madre Mazzarello transmitiram-nos uma confiança inabalável no Auxílio de Maria. Confiemos-lhe a paz na Europa e em tantos países onde existem conflitos e violência.

O próprio Jesus na Cruz deu-nos Maria como Mãe, na pessoa do discípulo João: “Jesus, ao ver ali ao pé a sua mãe e o discípulo que Ele amava, disse à mãe: «Mulher, eis o teu filho!» Depois, disse ao discípulo: «Eis a tua mãe!» E, desde aquela hora, o discípulo acolheu-a como sua.” (Jo 19, 26-27). O forte amor que os primeiros discípulos de Jesus a ela dedicavam passou a caraterizar também as demais gerações de cristãos, até aos nossos dias e por todas as gerações. Ela conduz-nos a Jesus!

Que o mês de maio nos leve, a nível pessoal, familiar e em comunidade, a acolher a presença de Maria na nossa vida com a mesma confiança com que o Papa Francisco nos anima ao exclamar: «Temos Mãe, temos Mãe!»

A Direção